Brasil é o terceiro maior empregador de energia limpa

Brasil é o terceiro maior empregador de energia limpa

O termo ‘energia limpa’ é utilizado para nomear uma série de maneiras de se produzir energia de forma a não liberar poluentes em qualquer forma, seja por meio de resíduos ou mesmo gases, utilizando fontes renováveis.

A utilização desse tipo de energia traz benefícios não só para o meio ambiente, mas também produz impactos diretos na economia. Além da diminuição de custos para as empresas, o setor é responsável por uma grande oferta de empregos, sendo atualmente o terceiro maior empregador do segmento no mundo.

Principais tipos de energia limpa

Atualmente, as formas mais comuns de produção desse tipo de energia são:

  • Solar: a partir da incidência dos raios solares;
  • Eólica: obtida a partir da força dos ventos e do funcionamento de hélices;
  • Biogás: com a mistura entre os gases dióxido de carbono e metano, obtém-se energia limpa por meio do biogás;
  • Biocombustível: energia produzida a partir do milho, da cana de açúcar, da biomassa ou de entre outras fontes;
  • Hídrica: a partir da massa da água;
  • Das marés: gerada a partir da força nas marés.

Essa produção de energia é de extrema importância para o meio ambiente em geral, afinal permite preservar diversos aspectos naturais e, inclusive, controlar o efeito estufa e o aquecimento global.

Brasil nos rankings internacionais no emprego de energia limpa

Atualmente, cerca de 88% de toda energia produzida no Brasil é decorrente de energia limpa e a tendência é que essa porcentagem continue a crescer próximos anos, principalmente devido à queda dos custos de produção.

Consequentemente, diversos rankings internacionais colocam o Brasil como um dos primeiros em diversas áreas relacionadas a energia limpa, além do fato do país ser referência em todo o mundo.

Em relação à geração de energia limpa, o terceiro lugar, segundo a IEA (International Energy Agency) é do Brasil, principalmente por causa da produção de energia a partir dos biocombustíveis, o etanol, especialmente, sendo o segundo maior produtor nessa categoria.

O país produz cerca de 120 GW de energia atualmente, seguindo atrás apenas da China e dos Estados Unidos.

Ainda segundo outro estudo relacionado, divulgado pela Renewable Energy and Jobs, o Brasil também é o terceiro em mão de obra empregada na produção de energia limpa. Ou seja, essa indústria, principalmente do biodiesel e do etanol, é responsável por gerar cerca de 1,12 milhões de vagas de emprego.

Nesse ranking de trabalhadores, estamos atrás apenas da China, que é responsável por cerca de 39% da mão de obra mundial nesse setor, e da União Europeia.

O futuro das fontes de energia limpa no Brasil e no mundo

O futuro da energia renovável tanto no Brasil quanto no mundo pode ser considerado promissor.

Fazendas de energia solar e eólica estão se tornando cada vez mais frequentes para suprir a demanda energética de grandes empresas. Além disso, investimentos em pesquisas na área de biocombustíveis estão aumentando consideravelmente e também é possível perceber a conscientização dos diferentes setores a respeito da importância da utilização de energia limpa.

Isso, aliado com os acordos mundiais para a diminuição de poluentes e políticas de energia renovável e eficiência energética, mostram a tendência de crescimento desse tipo de energia durante os próximos anos.

0 Comments

leave a comment