Micro e pequenas empresas consideram apostar na energia solar

Micro e pequenas empresas consideram apostar na energia solar

Limpa, eficiente, sustentável e econômica. As vantagens na utilização da energia solar, principalmente a fotovoltaica, são muitas. Por isso, esse tipo de energia limpa tem chamado a atenção dos micro e pequenos empresários brasileiros. 

Pesquisa realizada pelo Centro Sebrae de Sustentabilidade em parceria com a Fundação Seade e Absolar indica o crescente entusiasmo das empresas com essa forma de energia. 

Segundo os dados levantados, cerca de 60% dos pequenos e médios empresários têm intenção de investir em fontes renováveis e 47,5% consideram que os sistemas fotovoltaicos são a melhor opção. A pesquisa contou com a participação de 3.199 micro e pequenas empresas de todo o Brasil. 

Benefícios da energia solar fotovoltaica para as empresas

Os sistemas de geração de energia solar fotovoltaica são capazes de captar, por meio dos painéis solares, a energia gerada pelo sol e convertê-la em energia com as características da rede elétrica. 

Sendo a conta de luz o segundo maior custo dos pequenos empresários (no topo da lista estão as despesas com a folha de pagamento), a redução nos gastos é o principal motivo apontado pelos micro e pequenos empresários ao optar pela instalação de um sistema de energia solar. 

Vale ressaltar que o aumento das tarifas de energia elétrica já chega aos 11% em 2019. Logo em seguida vem o fator sustentabilidade, considerado o segundo mais importante por 20,3% dos participantes da pesquisa. 

Uso da energia solar como diferencial competitivo 

Nos últimos anos, o acesso ao sistema de geração distribuída (sistema fotovoltaico conectado à rede elétrica, também chamado de on grid ou grid tie) foi consideravelmente ampliado, contribuindo para a aumento da competitividade das empresas, sobretudo devido aos seguintes fatores:

  • Eliminação de barreiras tecnológicas: a tecnologia solar vem apresentando significativa evolução nos últimos anos;
  • Eliminação de barreiras de regulação: em 2012, a Aneel aprovou regras para facilitar a distribuição de energia;
  • Diminuição dos custos: outro fator é redução nos custos dos equipamentos (cerca de 85%), o que pode encurtar o tempo de retorno do investimento em energia solar: no começo da década era de até oito anos, hoje varia entre quatro e seis. Segundo a pesquisa do Sebrae, 51,3% das pequenas empresas instalam os painéis com recursos próprios, mas há uma tendência cada vez maior em buscar linhas de crédito para equipamentos de geração de energia solar. 

Além da economia e da questão ambiental, as empresas que adotam o sistema de energia podem se beneficiar do chamado “marketing verde”: empresas que adotam práticas alinhadas aos valores de sustentabilidade são cada vez mais bem vistas por seus consumidores. 

E o contrário também é verdadeiro, pois empresas que não estão preocupadas em tomar decisões que respeitem o meio ambiente e diminuem o impacto ambiental de suas atividades são cada vez mais cobradas. Uma empresa alinhada à questão ambiental possui um grande diferencial competitivo no mercado.

Energia solar: bom para o meio ambiente e para os negócios 

Se o objetivo é economizar na conta de luz, implementar uma forma de geração de energia limpa e sustentável, se posicionar como empresa que respeita o meio ambiente, e ainda contar com equipamentos de tecnologia de ponta, com baixos custos de manutenção (para manutenção preventiva dos painéis de energia solar basta uma limpeza simples), a instalação de um sistema de energia solar fotovoltaica pode ser uma excelente opção. 

0 Comments

leave a comment